Seduc entrega Documento Curricular Referencial ao CEE

15 de setembro de 2021 - 19:55 # # #

Fernando Brito - Assessoria de Comunicação - (85) 3101.2017 / 9.9910.3443
comunicacao@cee.ce.gov.br / fernando.brito@cee.ce.gov.br

A Secretaria da Educação (Seduc) entregou, na terça-feira, 14/9, o Documento Curricular Referencial do Ceará (DCRC) ao Conselho Estadual de Educação (CEE) para que o órgão faça a apreciação e a homologação da obra. Depois de aprovada, a produção servirá para nortear o sistema de ensino cearense em todas as redes que ofertam o nível médio quanto à estruturação do currículo.

A cerimônia de entrega ocorreu em reunião virtual, com a participação da secretária executiva do Ensino Médio e Profissional, Jucineide Fernandes; da presidente do CEE, professora Ada Pimentel; da assessora especial de Gabinete da Seduc, Elizabete Araújo; da coordenadora de Gestão Pedagógica do Ensino Médio da Seduc, Iane Nobre; da vice-presidente do CEE, professora Lúcia Veras; e da presidente da Câmara de Educação Básica do CEE, professora Selene Penaforte.

Construído com base no que estipula o Novo Ensino Médio, o DCRC foi elaborado pela Seduc, com colaborações de diversos atores da sociedade civil, conforme destaca a secretária executiva do Ensino Médio e Profissional da Seduc, Jucineide Fernandes.

“Tivemos a participação de gestores, professores e técnicos da nossa rede, situados nas diversas regiões do estado. O documento foi redigido por educadores nossos, contratados como bolsistas redatores. Ao todo, realizamos três consultas públicas para receber contribuições”, destaca.

A reforma do Ensino Médio parte de uma nova organização curricular, que tem o objetivo de oferecer aos alunos uma formação mais personalizada. Em linhas gerais, o estudante terá, na carga horária escolar, um tempo dedicado aos conteúdos básicos, e outro período voltado ao aprofundamento de áreas de sua escolha, constituindo os chamados itinerários formativos.

Processo

A Seduc vem desenvolvendo na rede pública estadual a oferta de uma aprendizagem com diversas oportunidades nas áreas do conhecimento e na formação profissional, com ampliação de carga horária, preparação dos jovens para o mundo do trabalho, além de três componentes curriculares: projeto de vida, formação para a cidadania e o Núcleo de Trabalho, Pesquisa e Práticas sociais (NTPPS), que convergem com as orientações do Novo Ensino Médio.

A presidente do CEE, professora Ada Pimentel, destacou a importância da formação docente para a qualificação do processo educacional. “Vivemos uma época de adoção de metodologias ativas por parte do professor, chamadas de híbridas. Essa travessia não é fácil, por ser preciso mudar toda uma cultura, mas é possível. É necessário aprender o que se vai ensinar”, pontuou. Ada também se disse emocionada ao receber o DCRC. “Estávamos muito ansiosos para saber como o Ceará concebeu o documento. Temos que acompanhar o que está acontecendo na rede, pois o Conselho é o guardião da aprendizagem. Precisamos estar muito juntos com todas as escolas do Ceará”, ressaltou. ressaltou. saber como o Ceará concebeu o documento. Temos que acompanhar o que está acontecendo na rede, pois o Conselho é o guardião da aprendizagem. Precisamos estar muito juntos com todas as escolas do Ceará”, ressaltou.

Na manhã desta quarta-feira, 15/9, em reunião bicameral dos conselheiros do CEE, foram definidos os membros da comissão no âmbito do Conselho para a apreciação do DCRC. A conselheira Selene Penaforte presidirá a comissão, que também contará com os conselheiros Olavo Colares, Nohemy Rezende, Aurila Maia e Samuel Brasileiro.

Fonte: Ascom Seduc – Bruno Mota – Texto