Ministro defende base comum curricular como prioridade

18 de junho de 2015 - 13:22

“A base comum é uma das estratégias que a sociedade brasileira, pelo Plano Nacional de Educação, decidiu estabelecer como prioridade para um salto qualitativo da educação”, afirmou, nesta quarta-feira, 17, o ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, na abertura do 1º Seminário Interinstitucional sobre a Base Nacional Comum Curricular, que acontece em Brasília. Na oportunidade, Janine também assinou uma portaria que cria a comissão de especialistas para debater o tema.

O ministro observou que o Plano Nacional de Educação (PNE) apresenta metas bem definidas para educação e o desafio do ministério é tirar essas metas do papel para a realidade. “Entre essas metas merece particular destaque a qualificação da educação básica, com formação de professores da creche ao ensino médio”, disse.

Janine defendeu que a base nacional comum fortalece a educação básica em todos os níveis, sem interferir na autonomia e na especificidade de cada unidade da federação. “A base comum é que vai nos permitir saber o que queremos que os alunos aprendam, o que queremos que lhes seja ensinado e quais são os critérios que devem estabelecer a sua construção”, destacou Janine.

O 1º Seminário Interinstitucional sobre a Base Nacional Comum Curricular acontece de 17 a 19 de junho na Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). O encontro tem a participação de gestores educacionais, instituições de ensino superior e especialistas nas áreas do conhecimento.

 

Fonte: Portal do MEC